Serviço Nacional de Saúde | 40 Anos | 1979-2019
Direção-Geral da Saúde

Desde finais dos anos setenta do passado século que os serviços de saúde têm dedicado atenção à qualidade da água para fins balneares. Foi o caso da Costa do Estoril e do Estuário do Tejo.

Presentemente e com a publicação de legislação diversa, a última das quais foi o Decreto-Lei nº 236/98 de 1 de Agosto, a responsabilidade dos serviços de saúde respeita a gestão do risco para a saúde da água balnear.

Na região de saúde de Lisboa e Vale do Tejo tem sido desenvolvido o Programa de Vigilância Sanitária das Zonas Balneares abarcando a água, completando a monitorização levada a cabo pelos serviços do Ministério do Ambiente e Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional e a zona envolvente e incluindo a participação na atribuição das Bandeiras Azuis.

 

 

Relatórios

Relatório do Programa de Vigilância Sanitária das Zonas Balneares - 2007
                                                                                                            - 2008/9
                                                                                                            - 2010
                                                                                                            - 2011
                                                                                                            - 2012